ÁGUA : Artigos e Pesquisas

Índice:

  1. O que acontece com a água alcalina no ambiente altamente ácido do estomago ?
  2. O Milagre do pH Alcalino
  3. O que são radicais lívres ?
  4. O que significa ORP ?
  5. O que é Água Magnetizada ou Imantada
  6. Como nosso organismo controla o pH do nosso corpo
  7. Magnetoterapia básica
  8. Quantos lítros de água devemos beber diariamente ?
  9. Será que toda água mineral que compramos é realmente natural?
  10. O que é ionização ?
  11. Água: substância interessante
  12. Onde existe ALCALINIDADE e OXIGÊNIO, não existe doença

 

1 - O que acontece com a água alcalina no ambiente altamente ácido do estomago ?

Entre as pessoas que questionam os benefícios da água alcalina, a maior questão é: “O que acontece com a água alcalinizada quando chega ao estomago,

que é um ambiente altamente ácido ? " .

Pessoas que tem algum conhecimento do corpo humano, incluindo médicos e terapeutas, fazem esta pergunta.

Vamos responder a esta pergunta para que não haja mais dúvidas com relação aos benefícios da água alcalinizada.

 

A fim de digerir alimentos e eliminar alguns tipos de bactérias e vírus no nosso estomago, que vem junto com o alimento, o interior do nosso estomago é extremamente ácido. Com valor de pH em torno de 4. Quando nos alimentamos ou tomamos água, especialmente água alcalina, o pH do estomago sobe. Quando isto ocorre, existe um mecanismo de feedback em nosso estomago que detecta esta situação e aciona um comando na parede do estomago, para secretar mais ácido clorídrico, para trazer de volta o pH em 4. Desta forma o estomago torna-se ácido novamente. Quando tomamos mais água alcalinizada, mais ácido clorídrico é secretado para manter o pH ácido. O que parece um ciclo vicioso sem objetivos bem definidos.

Entretanto, assim que você compreender como as paredes do estomago produzem ácido clorídrico, você vai entender porque a água alcalina é muito importante para o nosso corpo. Um amigo patologista explicou o seguinte: não existe um reservatório de ácido clorídrico em nosso organismo. Fosse assim, teríamos nosso corpo queimado e perfurado e provavelmente não viveríamos. As paredes do estomago produzem o ácido instantaneamente e de acordo com a demanda. Os ingredientes da célula estomacal que formam ácido clorídrico (HCl) são: dióxido de carbono (CO2), água (H2O) e cloreto de sódio (NaCl) ou cloreto de potássio (KCl).

 

NaCl+H2O+CO2 = NaHCO3

Ou

KCl+H2O+CO2 = HCl+KHCO3

 

Como podemos comprovar, o subproduto da produção de ácido clorídrico é o bicarbonato de sódio (NaHCO3) ou o bicarbonato de potássio (KHCO3), que entra na corrente sanguínea ! Esses bicarbonatos são os tampões alcalinos que neutralizam os ácidos em excesso no sangue. Eles dissolvem resíduos sólidos de ácidos, neutralizando-os e liberando dióxido de carbono extra, através dos pulmões.

Conforme envelhecemos, vamos perdendo a capacidade de alcalinização do nosso organismo, devido a acidose. Há portanto, uma relação entre o processo de envelhecimento e a acumulação de ácidos.

Olhando para o pH do estomago, isoladamente, parece que a água alcalina nunca chega ao nosso organismo. Mas quando você olha para o organismo como um todo, existe um ganho de alcalinidade proporcional á quantidade de água ou alimentos alcalinos que consumimos.

Quando o pH do estomago ultrapassa 4, ele sabe o que fazer para abaixá-lo. No entanto, se o pH fica abaixo de 4, seja lá qual for o motivo, ele não reage. É por essa razão que nos valemos de antiácidos para alívio de acidez estomacal. Neste caso, o ácido clorídrico não é produzido pelo estomago, portanto, nenhum tampão alcalino está sendo adicionado à corrente sanguínea.

Depois que o alimento é digerido pelo estomago ele vai para o intestino delgado. Neste ponto, o alimento é tão ácido que destruiria as paredes do intestino, não fosse pelo suco pancreático alcalino produzido pelo pâncreas. Este suco é composto por bicarbonato de sódio.

Conforme as fórmulas anteriormente enunciadas, o pâncreas, para produzir álcali, deve produzir ácido também, que entra em nossa corrente sanguínea.

Após uma grande refeição, ficamos sonolentos. Não durante a refeição ou enquanto o alimento está sendo digerido, mas sim quando ele está saindo do estomago. Esse é o momento em que o ácido clorídrico está entrando em nosso sangue e como ele é o ingrediente principal nos anti-histamínicos é o que causa sonolência.

O corpo mantém um perfeito equilíbrio entre a produção de álcalis e ácidos. Portanto não há ganho líquido. Entretanto, álcalis adicionados ao corpo, como água alcalina, resulta em um ganho líquido de alcalinidade.

 

Fonte: Sang Whang Enterprises, Inc.

ALCALINIZADOR MINERALIZADOR DE ÁGUA COM INFRAVERMELHO LONGO

VEJA + DETALHES

 

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

2 - O Milagre do pH Alcalino

Dr. Robert Young  . Autor do livro "The pH Miracle"

 

 

" A primeira coisa que descobri é que o corpo humano é alcalino na sua concepção. Todas as partes do nosso corpo têm que ser alcalinas.

Eu não sei se sabem o que é que quer dizer “alcalinidade” mas cientificamente existe uma escala de 0 a 14 em que 7 é o neutro; tudo o que estiver acima de 7 é alcalino e tudo o que estiver abaixo de 7 é acídico.

Os nossos fluídos corporais são alcalinos, entre os 7,365 e os 7,4.

O oceano é alcalino entre os 8,3 e os 8,4.

A saúde reside num estado alcalino saudável – essa foi a minha primeira premissa."

 

" A minha segunda premissa foi esta: todas as funções do corpo humano, respirar, comer, mover o corpo, o batimento cardíaco, o metabolismo, todos produzem resíduos, ácidos, que se não forem devidamente eliminados pelos 4 canais de eliminação, que são defecar, urinar, transpirar e respirar, se não eliminamos estas toxinas, adivinhe para onde é que elas vão?

Vão para os nossos tecidos de ligação, para os tecidos gordos, se forem para os tecidos adiposos de uma mulher, podem originar um cancro da mama.

Se os ácidos não são removidos, podem originar a condição a que chamamos “doença”. Mas ela é causada apenas por uma coisa, e essa coisa é a sobre-acidificação do sangue e dos tecidos, porque o sangue tem que manter o seu equilíbrio delicado do pH de 7,365 – todos os ácidos que não forem eliminados serão empurrados para os tecidos de ligação e os tecidos adiposos.

É por isso que as pessoas engordam.

Não é porque tenham peso a mais, é porque têm ácido a mais."

 

" Há uma analogia simples que começa com uma pergunta, e a pergunta é:

Se tivesse um aquário com um peixe, e o peixe estivesse doente, o que fazia?

Tratava o peixe ou mudava a água?

Pense nesta pergunta.

A resposta mais óbvia, de senso comum, seria mudar a água.

E se formos um pouco mais longe, mudamos a água porque sabemos que o peixe será tão saudável quanto a água onde se encontra.

O peixe é uma metáfora para a célula humana.

A célula humana será tão saudável quanto a água onde se banha e esse banho, é um banho de alcalinidade.

E quando esse fluido fica comprometido por um estilo de vida e uma dieta demasiado ácida, então as células começam a degradar-se prematuramente, o que provoca o envelhecimento.

Esta analogia, de que somos tão saudáveis quanto a água em que nos banhamos, quando percebemos que quando nascemos somos 90% água, que para manter, que manter a hidratação é crítico mas tem que ser num estado alcalino, então os líquidos tornam-se num ponto crítico para manter essa alcalinidade e manter a saúde da célula humana.

Porque a célula humana é apenas tão saudável quanto os fluidos alcalinos em que está banhada.

Tal como o peixe é apenas tão saudável quanto a água em que está mergulhado. "

 

Fonte : http://www.chansonportugal.com/ph-miracle.html

 

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

 

 

 

 3 - O que são radicais lívres ?

 

 

Estamos expostos diáriamente a diversas variáveis (clima, stress, etc.) que afetam a nossa saúde. Essa exposição aumenta o número de radicais livres no nosso organismo.Radicais livres são moléculas, com um número variado de elétrons, à procura de outros elétrons. Eles circulam livremente pelo nosso corpo, destruindo células saudáveis à sua passagem. Deixados sem controle, o número elevado de radicais livres está relacionado com inúmeras doenças,tais como diabetesdoenças cardiovascularescâncer, entre outras.Muito semelhante ao Colesterol alto, eles são o sinal de problemas que vêm a caminho. Embora possamos dizer que um certo número de radicais livres no nosso corpo seja normal, um número variado de fatores pode levar a níveis perigosos:

  • Dietas pouco saudáveis.
  • Fumar.Stress.
  • Toxinas.
  • Poluição do Ar e da Água.

Na realidade, o inimigo somos nós próprios! Felizmente, existem formas que defendem o nosso corpo contra os efeitos secundários dos radicais livres.Os antioxidantes ajudam o nosso corpo a lutar contra os radicais livres, ao doarem o elétron de que estes estão à procura, estabilizando-o antes de danificar as nossas células.Aumentar o consumo de antioxidantes, ajuda a controlar os níveis de radicais livres no nosso organismo, e proporciona-nos mais saúde e bem-estar.

Antioxidantes

 

Um antioxidante é uma molécula capaz de inibir a oxidação de outras moléculas.A oxidação é uma reação química que transfere elétrons a partir de uma substância de um agente oxidante. As reações de oxidação podem produzir radicais livres. Por sua vez, estes radicais podem iniciar reações em cadeia que danificam as células. Antioxidantes travam estas reações em cadeia, removendo os intermediários de radicais livres, e inibem outras reações de oxidação.

 

 

Fonte: http://www.chansonportugal.com/radicais-livres.html

 

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

 

 

 

 

4 - O que significa ORP ?

 

ORP é uma medida para saber a capacidade de redução e oxidação do material.

 

Há cada vez mais profissionais de saúde que começam a concordar que é importante ajudar a controlar o pH do nosso sistema. No entanto o pH não é tudo – não é o fator decisivo quando se trata de escolher uma água.

É possível demonstrá-lo com um medidor de ORP (“Oxidation Reduction Potencial) – um aparelho que mede o potencial anti-oxidante.

 A indústria de tratamento de piscinas também o usa para verificar se a água está a oxidar o suficiente para eliminar as bactérias da água, e indicar se é necessário  adicionar mais cloro.

E nós descobrimos que podemos utilizar este aparelho para medir água ionizada.

Os líquidos só podem ter uma de duas características: ou têm carga elétrica positiva ou negativa.

A carga negativa, é a faísca da vida.

A carga negativa é o que nos dá a corrente elétrica que nos permite viver, que ativa o sistema imunológico, dá energia às células e ao nosso organismo para realizar todas as suas funções.

A importância de um ORP negativo é enorme para o nosso organismo.

E foi por isso que afirmámos que o fato de uma água ter um pH adequado, não faz dela a melhor escolha para a nossa saúde.

Vimos por exemplo que a água da torneira até tinha um bom pH mas sabemos que está carregada de contaminantes e químicos que não são benéficos para a nossa saúde.

Também sabemos que quando algo está carregado positivamente, vai roubar elétrons às células e isso faz a célula oxidar. E nós não queremos acelerar a oxidação do nosso organismo; esse processo já está acontecendo naturalmente.

Para compreenderem melhor, quando cortamos uma maçã ao meio, a oxidação é o processo que a faz ficar marrom – é o processo de degeneração, de degradação - a oxidação ocorre também, por exemplo, quando um metal enferruja. Isso é Oxidação.

 

Fonte: http://www.chansonportugal.com/orp.htm

 

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 


 

 

 

5 - Água Magnetizada ou Imantada

Água magnetizada tem sido utilizada no mundo inteiro por muitos e muitos anos.Veremos aqui como o magnetismo age sobre a água.Examinaremos também as

propriedades da água magnetizada e seus efeitos em plantas, animais e em seres humanos.

E por fim vamos explicar como funcionam os magnetizadores de água disponíveis no mercado.

Antes de irmos adiante é necessário explicarmos alguns termos:

  • água magnetizada Norte significa que ela foi magnetizada com o polo Norte de um ímã (uso específico)
  • água magnetizada Sul é porque foi magnetizada com o polo Sul do ímã (uso específico)
  • e água magnetizada Bipolar significa que foi magnetizada com os dois polos do ímã. (uso generalizado)

Água polarizada é sinônimo de água magnetizada ou imantada, seja unipolar ou bipolar.

Em Imaterapia, Magnetoterapia, Biomagnetismo ou quaisquer outros nomes que se de à terapia magnética, a nomenclatura da polaridade dos ímãs diferem da

nomenclatura convencional ensinadas em escolas e utllizadas em navegação.

O uso correto das polaridades Norte e Sul é de suma importância em terapia magnética, portanto certifique-se de que seus ímãs estejam com as polaridades identificadas corretamente. (leia o artigo: "Polaridade dos Ímãs")

Os ímãs utilizados em terapia magnética também podem ser chamados de bio-magnetos ou bio-ímãs. (Leia o artigo: "Ímãs para Terapia Magnética").

 

Propriedades da água magnetizada.

Testes de laboratório em geral (como análise química, testes de pH para determinar acidez ou alcalinidade, quantidade de minerais, etc) não detectam nenhuma mudança na água depois de magnetizada. É por isso que certos cientistas não reconhecem as propriedades especiais da água magnetizada. Entretanto, Dr. Davis, pesquisador e escritor reconhecido mundialmente, empregou muitos anos de sua vida pesquisando formas para demonstrar as transformações da água quando exposta a campos magnéticos, e finalmente ele obteve sucesso na década de 70. Ele publicou os resultados de suas pesquisas com o título: "Anatomia do Biomagnetismo" em 1974, outras pesquisas mais tarde confirmaram e complementaram suas descobertas.

 

ÁGUA MAGNETIZADA : BENEFÍCIOS

 

  • Normaliza o pH do corpo deixando-o ligeiramente alcalino
  • Ajuda na cura de feridas, assaduras e queimaduras
  • Tem efeito terapêutico no sistema digestivo
  • Normaliza o sistema nervoso
  • Controla o sistema urinário
  •  Revitaliza o corpo
  • Ajuda a regular as funções do coração
  • Limpa artérias obstruídas
  • Complementa o tratamento de doenças renais
  • Combate a gota
  • Evita o envelhecimento precoce
  • Energiza o corpo inteiro
  • Controla bactérias
  • Estimula as funções cerebrais
  • Complementa o tratamento da asma

 

Pesquisas demonstraram que os seguintes fenômenos foram observados na água magnetizada: 

 

  1. Aumento da acidez nos íons de hidrogênio

Após empregar vários anos em pesquisas sobre as propriedades da água magnetizada, Davis e Rawls observaram que o nível de oxigênio da água parecia cair depois da magnetização. Entretanto mais tarde, que não era o nível de oxigênio que caía, mas sim a atividade do íon de hidrogênio é que aumentava.Depois disso realizaram centenas de experiências que confirmaram sua descoberta.

  • Diminuição do peso da água

Pesquisadores japoneses constataram a diminuição do peso de fluidos magnetizados, especialmente a água. Entretanto, a causa e significado disso, até hoje são desconhecidos.

  • Nenhuma alteração na concentração de minerais

A água, depois de magnetizada, conserva a mesma concentração de sódio e cálcio que tinha antes da magnetização, por isso ela é ótima para nosso paladar.

  • Diminuição na quantidade de nitrogênio dissolvido na água

Pesquisas demonstraram a diminuição da quantidade de nitrogênio dissolvido na água magnetizada. O nitrogênio se acumula em águas paradas, estocadas ou estagnadas, tornando-as impróprias para consumo por seres humanos e animais aquáticos. Algas desenvolvem-se em água estagnada, consumindo o oxigênio

dos peixes, matando-os aos milhares. Pelo fato da água magnetizada reduzir a quantidade de nitrogênio, ela combate a invasão de micro-organismos e algas, responsáveis pela extinção de várias espécies de peixes, pode ser usada também para garantir a qualidade da água engarrafada comercial (água

mineral).Cientistas descobriram que a aplicação de um campo magnético forte por um curto período de tempo ( não mais que um milésimo de segundo) tem um efeito de descontaminação: destruindo microorganismos ou tornando-os inativos. Esta descoberta está sendo pondo em prática em Bordeaux, na França, onde campos magnéticos pulsantes são utilizados em esterilização de produtos. É lógico deduzir-se que esse procedimento é eficaz na descontaminação de produtos e efetivamente também na água.

  • Aumento na quantidade de centros de cristalização

 

Pesquisas demonstraram que exposição de líquidos a campos magnéticos aumenta seus centros de cristalização. Normalmente as moléculas de água tendem a juntar-se a partículas estranhas (normalmente minerais), impedindo-as assim de agruparem-se para formar nucléolos. Apesar de que as forças magnéticas naturais que influenciam nos aglomerados (clusters) de moléculas de água em volta de alguma partícula, sejam muito fracas, sua frequência, algumas vezes, coincide com a dos aglomerados (clusters) impedindo-os de crescerem. A partícula liberada junta-se então a outras partículas para formarem nucléolos. A vantagem desse agrupamento de minerais é que impedem a formação de depósitos (scale) nas paredes internas dos encanamentos.O termo água dura refere-se frequentemente também à água que diminui a eficácia do sabão em lavanderias ou forma depósitos nas paredes internas de tubos de água. Um método de tratamento de água e redução de depósitos de sedimentos é utilizando-se produtos químicos, que acarretam problemas colaterais, além de ser dispendioso  e ter que ser aplicado regularmente. Felizmente, o uso de campos magnéticos é um método alternativo seguro e barato para o tratamento de água e inibição da formação de depósitos de sedimentos nos tubos. Quando a água passa por um campo magnético, o carbonato de cálcio é alterado, tornando-se eletricamente neutro permanecendo em suspensão na água. A água magnetizada dissolve os depósitos enquanto flui através dos encanamentos. Este método tem sido aprovado por milhares de usuários particulares e comerciais. Um artigo na revista francesa "Science et  Vie" cita o relato de um de seus leitores: "cansado de limpar por dentro, 300 metros de tubos com cloro, todos os anos, instalei dois magnetizadores de alta potência presenteados por um amigo. Há cinco anos não tenho tido mais problemas com esta tubulação." Uma outra pessoa, o proprietário de um restaurante, diz que há dois anos instalou magnetizadores de água, e desde então não tem mais impurezas na máquina de lavar pratos, na máquina de café e nos banheiros. Além disto ele está convencido de que suas cafeteiras duram mais e que está gastando menos em energia para esquentar água. Entretanto é necessário saber que os benefícios da água magnetizada nesses casos não são instantâneos, demoram de seis semanas a seis meses para aparecerem.Sistemas de magnetização de água são rápida e facilmente instalados. Não consomem energia elétrica, dispensam manutenção e são mais baratos que os métodos convencionais de tratamento de água. Nos anos 50, países com pouco desenvolvimento em indústrias químicas, tais como a Rússia, Polônia, Bulgária e China já utilizavam a tecnologia do magnetismo. Nesses países, o magnetismo não tem aplicação só doméstica, mas também em tratamento de água industrial e em sistemas de irrigação. Apesar de não conhecerem as razões e explicações científicas sobre os benefícios da água magnetizada, nunca deixaram de aproveitar suas vantagens. Pesquisadores descobriram também que o concreto feito com água magnetizada fica de 25 a 30% mais forte que o concreto convencional. Não encontraram ainda uma explicação lógica para isto, entretanto, aplicam este conhecimento para fazer concreto mais leve e mais barato.

 

Agora que já vimos como o magnetismo altera as propriedades da água, veremos a seguir sua influência sobre os seres vivos.

 

Efeitos da água magnetizada sobre as plantas.

Com um pouco de paciência, você pode fazer suas próprias experiências com suas plantas e água magnetizada.

Escolha quatro plantas idênticas, e por alguns dias regue a primeira com água magnetizada com o polo norte, a segunda com polaridade bipolar (ambos os polos), a terceira com polaridade sul, e a última com água normal não magnetizada. Esteja seguro de que todas as plantas estejam sob as mesmas condições de iluminação, temperatura, umidade e não use fertilizantes nem adubos, porque poderão afetar os resultados. Depois de algumas semanas você notará diferenças significantes.Entre as plantas: a regada com água norte teve seu crescimento limitado, embora mais alta que as plantas normais, teve escassez de folhagens ( similar às plantas que não recebem luz nenhuma). Comparada com plantas regadas com água normal não magnetizada, a planta regada com água sul é menor, mas desenvolve mais raizes e produz folhagem, flores e frutos abundantemente.A água sul deve ser aplicada na região do caule e raizes, exatamente onde é estimulada a atividade da planta. Usar água sul nas folhagens pode provocar estímulos em excesso que podem ser prejudiciais á planta. É claro que a planta tem que ser regada totalmente, mas utilize para isso água bipolar, promovendo o crescimento e evitando doenças. ( ver figura abaixo).

 

Efeitos da água magnetizada em animais.

A maioria das experiências são feitas em animais antes de serem feitas em seres humanos, experiências envolvendo água magnetizada não poderiam ser uma exceção. Em Israel, um dispositivo experimental que produz água salgada magnetizada foi testado em uma indústria de laticínios. Depois de três anos, obteve-se este resultado inesperado: as oitenta e cinco vacas que tomaram desta água passaram a produzir regularmente um lítro a mais de leite por dia.

 

Efeitos da água magnetizada nos seres humanos.

Os efeitos benéficos da água magnetizada em seres humanos são incontestáveis. Pesquisas comprovaram que a água magnetizada melhora o sistema digestivo, regenera os tecidos, agiliza o sistema imunológico e reduz o colesterol.

 

Efeitos benéficos no sistema digestivo.

De acordo com o professor Israel Lin, do Instituto Israelita de Tecnologia, a água magnetizada aumenta a solubilidade dos minerais, melhorando a distribuição de nutrientes através do corpo, promovendo um funcionamento melhor no organismo em geral. Por muitos anos, profissionais da saúde da Índia, Japão, Rússia e outros países utilizaram com sucesso, água magnetizada no tratamento da saúde, restabelecendo o balanço metabólico e aumentando a vitalidade em geral das pessoas em tratamento. Holger Hanneman afirma que o consumo diário de água magnetizada é um excelente tratamento para a constipação e que

deve ser administrada também para complementar dietas a base de fibras, essencial para ativar os intestinos.

 

Regeneração de tecidos.

Água magnetizada possui propriedades especiais que são transferidas para os órgãos do corpo após sua absorção. O corpo humano é composto por aproximadamente 70% de água, portanto é muito importante repor a água eliminada por água da melhor qualidade possível. O sangue contem 49,5% de água em sua composição. Sua função é suprir os tecidos do corpo com oxigênio e nutrientes, necessários para eliminar o excesso de resíduos e

toxinas. Esta é outra razão pela qual devemos ingerir água da melhor qualidade. Tomar água magnetizada regularmente e por um longo período de tempo, não só elimina os problemas do sistema digestivo como ajuda a evitá-los, além de que esta água também auxilia na regeneração dos tecidos. Em Porto Rico,

resultados de laboratório (confirmados posteriormente em alguns pacientes) indicaram que lavar assaduras graves com água Norte uma vez por dia, durante duas semanas, resulta em cura. Pacientes que fizeram disso uma rotina diária, afirmam que não houve reincidência de tais assaduras.

 

Facilitando a eliminação de toxinas.

Água magnetizada bipolar aumenta a habilidade do corpo para eliminar toxinas. Também melhora a digestão, reduz o ácido gástrico e a flatulência, age como diurético trazendo efeitos benéficos para o sistema urinário. Holger Hanneman sugere que o consumo diário de um lítro de água magnetizada é o melhor caminho para continuar eliminando toxinas eficientemente. Algumas pessoas curaram constipação desta forma, de maneira não agressiva e sem efeitos colaterais. No seu livro: "Les aimants pour votre santé" (Ímãs para saúde), o Dr. Louis Donnet escreve: "Numa clínica em Leningrado, pedras no rim e bexiga, foram dissolvidas com o uso de água magnetizada, que deve ser consumida  regularmente por um longo período (dois a três meses). A energia magnética é distribuída no corpo inteiro como um todo. O campo magnético tem influência positiva nos processos biológicos. Água magnetizada não significa a cura em sí, mas em conjunto com outros tratamentos, tem um efeito sinergético. Ela é diurética (aumenta a secreção urinária) e estimula a função de eliminação de resíduos através dos órgãos, como rins, pulmões, fígado, os poros. O tamanho do fígado é reduzido, a bexiga torna-se menos rígida, resultando em menos dor; pequenas pedras no rim e na bexiga desaparecem completamente em três meses. Somente cálculo urinário permanece".Nos casos de problemas com a eliminação urinária, a ingestão de pequenas quantidades de água magnetizada ( por volta de 50 ml), a cada 10 minutos, de oito a dez vezes, tem sido a solução para inúmeras pessoas. O Dr. Bansal também faz diversos comentários, afirmando que a eliminação de pedras do rim e bexiga pode ser conseguida com a ingestão de água

magnetizada.

 

Agilizando o sistema imunológico.

Água magnetizada bipolarmente, geralmente ativa mais o sistema imunológico e mostra ser eficaz no tratamento de infecções virais, tais como resfriados, gripes, tosse, agindo também contra a asma e diversos outros típos de enfermidades. Tomar água magnetizada regularmente ajuda também no processo de convalescência.

 

Redução do colesterol.

Água magnetizada tem efeito positivo em todo o sistema circulatório do sangue, que como já foi dito, é composto por 50% de água. O consumo regular de água magnetizada regula os níveis de colesterol, prevenindo também a formação de colesterol nas artérias, e seu endurecimento, provocando situações de pressão alta. Água magnetizada ajuda a manter e regular as funções do coração. Como pudemos ver, água magnetizada é altamente benéfica em diversas situações. Quando consumida regularmente por longos períodos de tempo, ela trata e ao mesmo tempo previne sintomas de diversas enfermidades, melhora a digestão, facilita a eliminação de toxinas do organismo, reduz a constipação, tem efeito diurético, dissolve pedras  no sistema urinário e reduz os sintomas adversos da menstruação. E porque melhora o sistema imunológico, é muito eficiente no tratamento de infecções virais como gripes e resfriados.

 

Aplicações da água magnetizada.

Água magnetizada é usualmente administrada por via oral, entretanto pode ser usada externamente para lavar os olhos, feridas, queimaduras, neste caso reduzindo a dor e evitando a formação de bolhas. Temos visto também que a água norte é benéfica no tratamento e prevenção de assaduras.

Muitas pessoas afirmam que o gosto e o cheiro da água magnetizada é bem melhor que a água normal. Poucas pessoas tem acesso a uma fonte natural de água, nem tampouco podem comprar água mineral engarrafada ou mesmo ter um purificador de água, sendo assim bebem água da torneira tratada quimicamente, que para muitas pessoas tem um cheiro insuportável. De acordo com o Dr. Klaus Kronenberg, um cientista que tem estudado nos EUA e Alemanha, este odor é provocado por partículas de sulfato dissolvidas na água. Quando a água está magnetizada, estas partículas estão solidificadas, fazendo com que o mal odor desapareça. As inúmeras vantagens do uso regular de água magnetizada são incontestáveis e produzi-la é fácil e barato. Basta adquirir no mercado um magnetizador de água de baixo custo, porem funcional, que já se consegue magnetizar água em casa, sem nenhum problema.

 

Quantidade de água magnetizada a ser tomada diariamente.

O corpo perde uma certa quantidade de água todos os dias.Esta quantidade perdida varia de pessoa para pessoa e depende dos hábitos pessoais de cada um, mas podemos dizer que em média a pessoa deve consumir dois lítros e meio de água magnetizada por dia. O sistema de eliminação de água de nosso corpo

funciona assim: 60% na urina, 28% através da pele e dos pulmões, 8%  no suor e 4% nas fezes. A eliminação diária de toxinas resulta também em perda de água e minerais. Quando o corpo está desidratado, o sistema tem dificuldade para eliminar toxinas, aumentando o risco de intoxicação. Para evitar a desitratação, a água perdida deve ser reposta regularmente. A água a ser resposta no organismo é feita das seguintes formas: 60% através da ingestão de líquidos, 30% da comida, e 10% fornecido pelo próprio metabolismo do corpo. De qualquer forma, a pessoa precisa tomar em média 2,5 litros de água diariamente. Não é preciso enfatizar o quanto a água é imprescindível para a vida. Em geral, recomendamos tomar água bipolarizada, em doses de 250 ml de 6 a 8 vezes ao dia. É muito bom também tomar um copo de água magnetizada e à temperatura ambiente, logo após acordar e antes do café da manhã. Isso ajuda a limpar o colon, fortalece o coração, oxigena o cérebro, dá uma sensação de tranquilidade e bem-estar.Água bipolarizada é mais utilizada que a unipolar, porque em geral aumenta os níveis de energia e resistência do corpo.

 

Depoimentos.

Abreviamos os nomes das pessoas por respeito à sua privacidade.

 

A.T. - Tomou 6 copos de água magnetizada diariamente e diz sentir-se com mais energia e disposição para trabalhar.

 

I.H. -  Tomou 6 copos de água magnetizada diariamente por durante 6 meses e relatou que seu problema de constipação crônica desapareceu completamente.

 

M.V. - Com 52 anos de idade, há oito anos sofre de fadiga e também de cãibras e adormecimento nas pernas por durante 20 anos. Após tomar um litro de água magnetizada por dia, durante um mês e meio, sua disposição e energia

voltaram e seus problemas nas pernas desapareceram.

 

M.B. - Tomou água magnetizada para tratar de uma diarréia persistente. Iniciou tomando de 6 a 8 copos de água magnetizada por dia, e depois de 5 dias, resolveu seu problema. Hoje ela toma água magnetizada diariamente.

 

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

 

6 - Como nosso organismo controla o pH do nosso corpo

 

Nosso sangue possue defesas próprias para regular e manter o valor do pH dentro de uma gama muito estreita : de 7,38 a 7,41.

Uma dessas defesas é uma solução ácida, o ácido carbonico (H2CO3), que é a combinação de água e dióxido de carbono (H2O+CO2 = H2CO3).

A outra é uma solução alcalina , o bicarbonato, normalmente bicarbonato de potássio (KHCO3) ou bicarbonato de sódio (NaHCO3).

Estas soluções trabalham da seguinte maneira:

Se o sangue atingir uma infusão de substância alcalina, como o hidróxido de sódio (NaOH), o pH do sangue tende a subir. Em seguida, a solução de ácido reage com o NaOH.

NaOH + H2CO3 = NaHCO3 + H2O.

O hidróxido de sódio com pH alto é transformado em bicarbonato de sódio quase neutro, que é uma solução alcalina, mais água. Note que a solução ácida fica reduzida enquanto a solução alcalina aumenta.

Se o sangue atingir uma infusão de substância ácida, tal como ácido clorídrico (HCL), o pH do sangue tende a diminuir.. Em seguida, a solução alcalina reage com o ácido clorídrico.

HCL + KHCO3 + H2CO3 = KCL

O ácido clorídrico, com pH baixo, é alterado para sal de potássio quase neutro e ácido carbonico, que é uma solução ácida. Neste caso a solução alcalina é reduzida enquanto a solução ácida aumenta.A infusão de uma solução alcalina ou ácida não muda o valor do pH do sangue; o que muda é a quantidade de solução alcalina ou ácida.Enquanto o corpo humano está vivo, estas soluções garantem um valor constante do pH do sangue. Quando se diz que o corpo torna-se ácido conforme envelhece, significa que a solução alcalina, o bicarbonato, está diminuindo e a solução ácida está aumentando.

A Dra. Lynda Frassetto, da Universidade da Califórnia, em São Francisco (EUA), comprovou cientificamente que as pessoas mais velhas tem menor quantidade de bicarbonatos no sangue.

1) Analisando a línha B da figura abaixo, pode-se notar que a densidade de bicarbonato do ser humano permanece relativamente constante até a idade de 45 anos e linearmente diminui cerca de 18% no momento que atinge os 90 anos de idade.Em geral, as doenças degenerativas dos adultos, tais como diabetes e pressão alta começam a aparecer à partir dos 45 anos e pioram gradualmente até a idade de 90 anos ou mais.A Dra. Frassetto atribui a redução de bicarbonatos no sangue, à medida que envelhecemos, à nossa dieta alimentar incorreta, que é rica em sódio e pobre em potássio.

É esta redução de bicarbonatos no sangue que afeta o fluxo de sangue tornando difícil gerir o acréscimo de soluções ácidas no organismo, o que dificulta a eliminação de resíduos ácidos do nosso corpo e, assim, provocando o desenvolvimento de muitas doenças degenerativas induzidas pelo ácido, tais como a formação de coágulos de sangue, o refluxo ácido, doença cardíaca, osteoporose, gota, diabetes, hipertensão arterial, doença renal, câncer, acidentes vasculares cerebrais, etc.

A doença de Alzheimer nada mais é que uma acidificação lenta do cérebro.

Todas estas doenças são causadas por acidose sistêmica. o que significa insuficiência de bicarbonatos no sangue.

Quando pensamos em saúde, pensamos em dieta e exercício, porem, nenhum dos dois acrescenta bicarbonatos na corrente sanguínea. Os suplementos alimentares, alimentos crús, vitaminas, ervas, antioxidantes, desintoxicação, massagem, quelação, acupuntura, dispositivos magnéticos, água oxigenada, água Pi, etc, parece ajudar algumas pessoas por algum tempo, porem nada disto aumenta o bicarbonato no sangue. O controle do peso através de dieta e exercício, bem como a remoção de rugas podem manter uma aparência jovem, no entanto, esta aperência pode ser enganadora. O sangue no interior do corpo ainda estará envelhecendo devido à redução de bicarbonatos.

A solução está em consumir água alcalina, que acrescenta bicarbonatos na corrente sanguínea indiretamente através do estomago. Quando o pH do fluído estomacal aumenta devido a ingestão de água alcalina, acim de 4.5, as paredes do estomago produzem ácido clorídrico, que intervem no estomago para reduzir o valor do pH abaixo de 4.5. A fórmula química para a produção de ácido clorídrico pelo estomago é:

H2O + CO2 + HCl + NaCl = NaHCO3

Afim de produzir o ácido clorídrico, o estomago produz tambem bicarbonato de sódio que entra na corrente sanguínea. Se o sal de potássio é utilizado, o bicarbonato de potássio entra na corrente sanguínea.

O declínio de bicarbonatos na corrente sanguínea é o processo de envelhecimento e, por outro lado, o aumento de bicarbonatos é o envelhecimento reverso.

 

Bibliografia

1) Journal of Gerontology: Ciências Biológicas, 1996, Vol. 51A. No 1, B91-B99

2) European Journal of Nutrition, Vol. 40, No 5 (2001). Steinkopff Verlag 2001 agosto de 2004 por Sang Whang Enterprises, Inc

Fonte principal: waterworks4u.com

 

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

7 - Magnetoterapia básica

A Magnetoterapia vem sendo utilizada há séculos, como uma fonte de energia complementar à nossa saúde, tanto como preventivo como curativo para diversos males.

Mas só recentemente a ciência disponibilizou instrumentos para o estudo preciso e aprofundado dos fenômenos bio magnéticos.Hoje dispomos de muitos equipamentos para diagnóstico e tratamento de várias enfermidades.

Ressonância e cirurgia magnética são exemplos disto.

Atualmente a busca pelo tratamento pela Magnetoterapia ultrapassa mais de cem milhões de pessoas em todo o mundo, movimentando um mercado de aproximadamente 10 bilhões de dólares por ano !

O campo magnético é um dos responsáveis pela vida na terra.Sem êle não tem como existir vida animal ou vegetal em nosso planeta.

O que ocorre é que o magnetismo terrestre está diminuindo com o passar dos anos.Hoje temos de 4 a 5 GAUSS de intensidade de fluxo magnético em nosso planeta.Além disso estamos carentes de magnetismo em nossos corpos porque estamos nos expondo muito pouco aos campos magnéticos.Isto devido ao fato de habitarmos e trabalharmos em prédios que tem na sua estrutura muito aço e ferro, que "roubam" o magnetismo natural da terra, privando-nos de uma completa exposição aos campos magnéticos.A falta de magnetismo ocasiona um funcionamento inadequado de nossas células como um todo.A reposição magnética pela exposição adequada ao magnetismo resulta num estado de saúde equilibrado entre os órgãos e sistemas do nosso corpo.

Hoje, sabemos que muitas enfermidades regridem quando a pessoa se submete a um campo magnético correto.

Ações da Magnetoterapia em nosso organismo

- Aumenta a circulação do sangue sem aumentar a pressão arterial

- Nossas células são mais oxigenadas e nutridas

- Os rins filtram mais sangue, eliminando mais toxinas através da urina

- Diminui a pressão arterial

- A resposta imunológica fica mais rápida e ágil

- Efeito Analgésico : alivía dores

RESPOSTA IMUNOLÓGICA DO NOSSO CORPO

A Magnetoterapia não aumenta a capacidade imunológica, mas torna-a muito mais rápida e ágil.E isto é muito importante, como veremos a seguir.

Nossas células funcionam a base de eletricidade.Quando estamos deficientes de exposição magnética a atividade elétrica da célula diminui.

Toda vez que uma célula sofre uma agressão ela aumenta sua atividade elétrica, liberando substâncias que alertam o sistema imunológico para o local da lesão.

Então, quando estamos submetidos a um baixo campo magnético , a célula atingida tenta aumentar sua atividade elétrica, mas não consegue desenvolver todo seu potencial.Assim, a lesão progride até que um grande número de células sejam afetadas, e somente então o sistema imunológico será acionado.

Um tempo precioso foi perdido! Se estivessemos submetidos a campos magnéticos ideais, a resposta do sistema imunológico teria sido muito mais rápida, alertando sobre o problema logo no seu início, não permitindo, por exemplo, que uma infecção só fosse descoberta depois de avançada.

A maneira mais prática de se fazer a reposição magnética é por meio de ímãs.O intervalo terapêutico dos ímãs encontra-se entre 400 e 1200 GAUSS, para utilização durante 24 horas por dia, por tempo indeterminado.

Ímãs de maior intensidade devem ser utilizados com cautela e por menor tempo.

EFEITO ANALGÉSICO

A MAGNETOTERAPIA tem a capacidade de aliviar e tirar dores em geral.

Vamos analisar agora, como o estímulo da dor é percebido pelo nosso cérebro.

A célula nervosa chama-se neurônio.Quando em repouso ou polarizado, o neurônio tem no seu interior cargas predominantemente negativas, e por fora de sua membrana predominam cargas positivas.

Quando ocorre um estímulo doloroso a membrana do neurônio torna-se permeável a cargas positivas que passam para dentro da célula nervosa.Esse acúmulo de cargas positivas desencadeia uma corrente elétrica no interior do neurônio que passa a estar ativado ou despolarizado.Cada célula nervosa está em contato com pelo menos mais uma célula e essa corrente elétrica é transmitida à célula seguinte e assim sucessivamente até que chega ao cérebro, é quando temos a consciência da dor.

Este processo ocorre em milésimos de segundo.

Logo após a despolarização ou ativação do neurônio, êle volta ao estado de repouso, pela expulsão das cargas positivas para fora da célula.No caso de persistir a agressão, o neurônio volta a ser ativado ou despolarizado, e mais uma descarga elétrica percorre todo o nervo e novamente chega ao cérebro nos dando mais uma vez a sensação de dor.

Quando colocamos um ímã com o pólo negativo em contato com o local da dor êle atrairá cargas positivas tornando-as menos disponíveis para atravessarem a membrana do neurônio.Com isso temos uma fraca despolarização, um menor impulso doloroso e por consequência menor será a percepção da dor.

 

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

 

8 - Quantos litros de água devemos beber diariamente?

Você já se perguntou quantos litros de água devemos beber diariamente? Para responder a essa pergunta, é necessário avaliar a saúde, idade e sexo de cada pessoa.


Beber água é fundamental para o funcionamento do organismo

A água é uma substância fundamental para a nossa sobrevivência, atuando em diversas reações químicas e processos fisiológicos. Em razão da nossa incapacidade de armazenar essa substância e da sua eliminação constante pelo organismo, devemos sempre manter nosso corpo hidratado por meio da ingestão de água.

Muita dúvida existe, no entanto, a respeito da quantidade ideal a ser ingerida por cada pessoa. Segundo o Ministério da Saúde, o recomendado é que seja feita a ingestão de pelo menos dois litros de água e, de preferência, entre as refeições. Porém, cada pessoa possui um metabolismo e ritmo de vida diferentes, sendo essa, portanto, uma recomendação do mínimo exigido para um adulto.

Alguns autores recomendam que sejam avaliados diversos pontos antes de estabelecer a quantidade de água ideal. Problemas de saúde, época do ano, peso, altura, atividades físicas praticadas, idade e sexo, por exemplo, são alguns dos aspectos a serem analisados antes de se recomendar quantos litros de água são necessários para suprir as necessidades de uma pessoa.

Existem diversos estudos, no entanto, que mostram médias ideais para cada sexo e faixa etária. Bebês de até seis meses, por exemplo, devem beber 0,7 litro de água, o que é proveniente do leite da mãe. Homens na faixa etária compreendida entre 14 e 18 anos devem ingerir 2,6 litros de água, enquanto mulheres da mesma idade necessitam apenas de 1,8 litro. Já homens maiores de 19 anos devem beber 2,2 litros de água, mesma quantidade recomendada para mulheres na mesma faixa etária.

cAlguns médicos e nutricionistas defendem ainda que, para adultos, o ideal é que sejam ingeridos 35 ml de água por quilo de massa. Sendo assim, para uma pessoa de 65 kg, recomenda-se a ingestão de 2275 ml de água. Observe a fórmula a seguir:

Quantidade ideal de água = Peso X 35

Vale destacar que as recomendações de quantidade água a ser ingerida que usam como critério o peso, sexo e a idade não levam em conta o contexto em que cada pessoa está inserida. Em dias quentes, por exemplo, o suor pode fazer com que haja uma perda grande de água, sendo necessária, portanto, uma reposição maior. O mesmo é válido para pessoas que praticam atividade física ou que estão com problemas gastrointestinais (vômitos e diarreias), em que a perda de água pode ser exagerada.

Já pessoas que apresentam doenças cardíacas e renais devem utilizar a água com maior cautela, evitando a ingestão exagerada. A água em excesso, nesses casos, pode sobrecarregar rins e coração, agravando o problema. É fundamental, portanto, uma conversa franca com o médico quando existem problemas de saúde.

Analisar a vida do paciente e suas necessidades diárias é fundamental para uma recomendação correta da quantidade de água a ser ingerida. É importante que haja um equilíbrio constante entre o que foi ingerido e o que foi perdido para que o corpo funcione adequadamente. Dar atenção à perda excessiva de água e aos problemas de saúde pode evitar o agravamento de doenças ou o surgimento de novos problemas.


Por Vanessa Sardinha dos Santos

Fonte: alunosonline.com.br

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

 

9 - Será que toda água mineral que compramos é realmente natural?

Não, nem toda água que compramos como água mineral é natural. Mas, antes de entendermos por que, vejamos primeiramente o que é uma água mineral.

Como o próprio nome diz, a água mineral é, na realidade, uma solução (mistura homogênea) com várias espécies químicas ou minérios dissolvidos. A água passa por diversas regiões e várias profundidades de solo. Assim, ao longo de seu caminho, ela vai dissolvendo os minérios e, em razão disso, a sua composição pode variar.

A água tem essa capacidade de dissolver várias substâncias porque ela é polar, isto é, possui uma diferença de cargas permanentes, formando, assim, um dipolo elétrico nela, que atrai os polos de outras substâncias polares. Por exemplo, quando a água passa por lugares onde há no solo fluoreto de potássio, seus átomos de hidrogênio passam a interagir com os ânions; e o oxigênio com os cátions; causando uma separação desses íons, que é a dissolução da substância.

Na dissolução do fluoreto de potássio em água, os átomos de hidrogênio interagem com os ânions e os oxigênio com os cátions

Na dissolução do fluoreto de potássio em água, os átomos de hidrogênio interagem com os ânions e os oxigênio com os cátions

 

Além disso, mesmo substâncias que são apolares, como o iodo, podem também se dissolver na água, em virtude do deslocamento de cargas de suas moléculas.

Mas as principais espécies químicas encontradas na maioria das águas minerais são: íons cálcio, magnésio, potássio, sódio, cobre, bário, antimônio, arsênio, cádmio, chumbo, manganês, mercúrio, níquel, cromo, cianeto, borato, fosfato, bicarbonatos, sulfatos, sulfetos, nitratos, cloretos e ferro.

Além desses íons há também gases importantes, como o gás carbônico (dióxido de carbono) e o oxigênio.

Assim, as águas minerais retiradas diretamente da fonte são águas naturais. Porém, existem tambémáguas minerais mineralizadas. A mineralização é um processo no qual se dissolvem quantidades específicas de sais na água comum purificada, para que ela fique com a constituição parecida com a da água mineral.

A legislação permite isso e, normalmente, o rótulo indica essa diferença. É interessante também sempre olhar no rótulo a composição química, para identificar qual é a água mais agradável para seu usufruto. Abaixo temos um exemplo, e observe que há até mesmo uma classificação dessa água, que é feita de acordo com sua composição química:

Rótulo de água mineral natural

Rótulo de água mineral natural


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Fonte: alunosonline.com.br

 

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

 

 

10 -  O que é ionização ?

 

Ilustração de fenômeno de ionização

Em 1884, o químico sueco Svante Arrhenius realizou vários testes com soluções químicas.  Ele passava uma corrente elétrica por elas e observava se essa corrente era conduzida pela solução. Se a solução fosse eletrolítica, isto é, condutora de eletricidade, uma lâmpada ligada ao sistema se acendia. Se a lâmpada não acendesse, a solução não era eletrolítica.

Esse cientista concluiu que as soluções que conduziam corrente elétrica faziam isso porque tinham íons. Os íons são átomos ou grupos de átomos com carga elétrica e, portanto, são espécies químicas capazes de transportar a carga elétrica que vem de algum gerador, como uma bateria.

Um dos modos de se formarem íons em solução ocorre quando colocamos uma substância molecular na água e esses compostos reagem.

Por exemplo, o gás clorídrico é uma substância molecular, ou seja, é constituída por moléculas formadas pelo compartilhamento de um par de elétrons entre um átomo de hidrogênio e um de cloro (HCℓ):

O átomo de cloro é mais eletronegativo que o átomo de hidrogênio e atrai o par de elétrons da ligação covalente para si, originando uma molécula polar. Quando o gás clorídrico é adicionado à água, os cátions hidrogênio (H+) dela atraem com mais força a parte negativa da molécula de HCℓ, que é o cloro. Enquanto isso, os ânions hidroxila (OH-) da água atraem a parte positiva da molécula de HCℓ, que é o hidrogênio.

Com isso, as moléculas do gás clorídrico são quebradas e formam-se os íons H+(aq) e Cℓ-(aq).

Essa ionização pode ser representada da seguinte forma:

Geralmente, a água como reagente é omitida, como foi feito nas equações acima. No entanto, o mais correto é escrevê-la na equação como o reagente que ela é, e o cátion formado é o hidrônio (H3O+).

HCℓ(g) + H2O(ℓ) → H3O+(aq) + Cℓ-(aq)

Portanto, o fenômeno da ionização é uma reação química que ocorre quando a água atua como reagente, produzindo íons que não existiam anteriormente.


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Fonte: alunosonline.com.br

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

11 - Água: Substância interessante

 


A água é uma substância única: em virtude da sua constituição química, ela possui características que nenhum outro material na natureza possui

“A Terra é azul!” – essa foi a exclamação feita no dia 12 de abril de 1961, pelo cosmonauta soviético Yury Gagarin ao realizar o primeiro voo ao redor da órbita da Terra.

Hoje praticamente todas as pessoas sabem que a quantidade aproximada de água cobrindo a superfície terrestre é de 70%, ou seja, 1,4 bilhão de km3 do volume da Terra é constituído de água.

No entanto, mesmo conhecendo bem esse fato, não percebemos no cotidiano a importância da água para a nossa vida. Além disso, muitos não conhecem as propriedades interessantes que só a água tem e que fazem com que esse líquido seja tão precioso.

Mas antes de vermos o que torna a água uma substância tão interessante, vamos primeiramente conceituar a que estamos nos referindo. Por que isso é necessário? Basicamente por dois motivos: o primeiro está relacionado ao fato de haver diferentes significados para ela na Química. Por exemplo, a água pode ser um material que contém diversas substâncias dissolvidas (como a água da torneira, a água da chuva, a água mineral, a água subterrânea, a água do mar, etc.) ou então somente a substância pura com a fórmula molecular H2O, isto é, suas moléculas são formadas por dois átomos de hidrogênio ligados a um átomo de oxigênio (que é o caso da água destilada ou desmineralizada). O segundo motivo é que só sabendo dessa constituição da água é que poderemos entender suas características peculiares.

Uma dessas características é o fato de que só a água é encontrada na natureza nos três estados físicos: nos rios, lagos e mares ela está na forma líquida; na atmosfera, encontra-se na forma de vapor; e nas calotas polares, está na forma sólida (gelo).

Uma série de propriedades características da água resulta simplesmente da sua geometria molecular, na qual o ângulo formado é de 104º40’, conforme a figura a seguir. A forma angular da molécula de água é assim, porque, visto que o oxigênio possui dois pares eletrônicos que não participam das ligações com os hidrogênios, eles repelem os outros dois pares eletrônicos que participam das ligações químicas. Isso faz com que ocorra uma retração no ângulo da molécula.

Geometria angular da molécula de água, que confere à substância uma série de propriedades características

Geometria angular da molécula de água, que confere à substância uma série de propriedades características

Essa forma angular é a responsável pela formação de ligações de hidrogênio entre uma molécula de água com as outras que estão ao seu redor. Além disso, outro fator que ocasiona as ligações de hidrogênio é que a molécula de água é polar, isto é, há uma diferença de eletronegatividade entre o oxigênio – que constitui o polo negativo – e os hidrogênios – polos positivos. Pelo fato de o ângulo ser de 104º40’ na molécula de água, os dipolos da molécula não se anulam, conferindo polaridade a ela e havendo, portanto, atração entre uma molécula e as outras.

Ligações de hidrogênio que ocorrem na água e que são responsáveis pela maioria das suas propriedades exclusivas

Ligações de hidrogênio que ocorrem na água e que são responsáveis pela maioria das suas propriedades exclusivas

Essas ligações são responsáveis pela tensão superficial da água, que faz com que os insetos possam se locomover em cima dela. Também são responsáveis pelas elevadas temperaturas da água em relação a outras substâncias de mesma massa molecular e também fazem com que o gelo seja menos denso que a água, flutuando nela.

Os insetos se transportam pela água graças à sua tensão superficial

Os insetos se transportam pela água graças à sua tensão superficial

Essa última característica da água é realmente muito interessante, pois se compararmos com outros materiais, veremos que ao ficarem sólidos sua densidade fica maior. Já com a água não é assim: quando as moléculas de água têm a sua temperatura diminuída elas se aproximam mais, e isso faz com que as ligações de hidrogênio se organizem num arranjo hexagonal, com uma estrutura cristalina em que há espaços vazios em seu interior. O resultado é que o gelo é menos denso que a água e flutua sobre ela.

Observe a formação de espaços vazios no gelo decorrente da formação de ligações de hidrogênio, que fazem com que ele fique menos denso que a água

Observe a formação de espaços vazios no gelo decorrente da formação de ligações de hidrogênio, que fazem com que ele fique menos denso que a água

Graças a essa propriedade incomum da água é que ocorre a manutenção da vida. Pois é por isso que o gelo formado nos lagos e mares ficam na superfície desses. Quando a temperatura se eleva, eles derretem; mas, se fosse o contrário, se o gelo fosse mais denso e afundasse, dificilmente ele derreteria. Além disso, a água atinge sua densidade máxima a 4ºC, ainda no estado líquido. Assim, quando as águas superficiais atingem essa temperatura, elas tornam-se mais densas e afundam, causando o fenômeno de convecção, que mistura os nutrientes dissolvidos à água, que mantém a vida de inúmeras espécies animais e vegetais.

Outro fator interessante da água que é causado também pelas ligações de hidrogênio é o elevado calor específico dela (4, 184 J/gºC ou aproximadamente 4,2 joules). A vida na Terra é extremamente favorecida por essa propriedade da água, pois permite que ela absorva grandes quantidades de energia com pequenas variações de temperatura. Isso faz com que a Terra não sofra variações tão bruscas de temperatura entre o dia e a noite, pois a água da atmosfera e da superfície absorve grande quantidade de calor durante o dia, e durante a noite devolve esse calor para o ambiente.

 

Pelo processo das correntes marítimas e pela evaporação e condensação da grande quantidade de água na superfície terrestre, o fluxo da energia térmica absorvida pela radiação solar é facilitado.

A água possui diversos aspectos exclusivos dela, mas um último aspecto interessante e importante da água que iremos citar é que ela é capaz de dissolver grandes quantidades de substâncias e materiais, sendo, portanto, denominada solvente universal. Essa facilidade de dissolver diferentes tipos de substâncias também se deve à geometria e à disposição de suas cargas. A polarização da água permite que ela separe íons de outras substâncias, o que permite a ocorrência de diversos processos químicos, físicos e biológicos.


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Fonte: alunosonline.com.br

VOLTAR PARA O ÍNDICE

 

 

Onde existe ALCALINIDADE e OXIGÊNIO, não existe doença !

 

"Todas as doenças são ácidas, e onde existe oxigênio e ALCALINIDADE não podem existir doenças"
Dr. Otto Walburg - ganhador do Prêmio Nobel
Nosso corpo é composto por aproximadamente 70% de água.
Por isso é muito importante que você consuma água de excelente qualidade todos os dias.
Água Alcalina é considerada por inúmeros especialistas, como sendo a melhor água para prevenir e combater os mais variados sintomas, devido ao fato de que doenças não se proliferam em ambiente alcalino, somente em meio ácido.

Conheça agora o ALCALINIZADOR E MINERALIZADOR de água, que também elimina mais de 50 microorganismos e bactérias existentes na sua água de consumo.

 
São Alcalinizadores Mineralizadores de Água de várias capacidades e tamanhos, para atender a sua necessidade específica !
Os raios infravermelhos fragmentam os grandes aglomerados de moléculas de água (clusters) em grupos de pequenos tamanhos com apenas 6 a 8 moléculas de água, que é exatamente o tamanho adequado para a água hidratar completamente nossas células.
Ao fragmentar os grandes aglomerados, automaticamente são liberadas as toxinas e cloro, que antes estavam enclausurados, e agora poderão ser excretados pelo nosso organismo.
ALCALINIZADOR  MINERALIZADOR DE ÁGUA
C0M INFRAVERMELHO LONGO ANTI-BACTÉRIAS
É um equipamento com tecnologia avançada para:
  • ​mineralizar e alcalinizar a água, através da adição de cálcio e magnésio, liberados pelo minério de Dolomita contidos no produto
  • fragmentar os grandes aglomerados moleculares de água (clusters) transformando-os em grupamentos moleculares hexagonais bem menores, adequados para hidratar as células perfeitamente e eliminar toxinas do organismo. 
  • este efeito é conseguido através das vibrações impactantes dos raios infravermelho longo nos clusters
  • os raios de infravermelho longo (comprimento de onda entre 4 e 14 mícrons e 0,004 W/cm²) são emitidos por pastilhas coloidais colocadas dentro do alcalinizador
  • as pastilhas de IVL são fabricadas com processos de nanotecnologia avançada.
  • o alcalinizador mineralizador é antibacteriano, e elimina mais de 50 microorganismos nocivos à saúde.
O minério de Dolomita, colocado dentro do alcalinizador tem a função de mineralizar e alcalinizar a água
 
 
 Informações sobre o produto:
  • Tanto a Dolomita, quanto as pastilhas de IVL tem prazo de validade indeterminado
  • O produto não requer refíl
  • Não requer manutenção, basta lavá-lo em água corrente abundante quando necessário
  • Melhora a imantação da água se utilizado em conjunto com um bom magnetizador de água

Dolomita
Utilizada de forma medicinal há séculos por assírios e chineses, a dolomita, também conhecida como "a pedra da cura", traz benefícios importantes para a saúde.

Mineral composto por carbonato de cálcio e magnésio, auxilia e trata sintomas como : artrite, anemia, insônia, estresse, e principalmente, no tratamento da osteoporose, sendo primordial na construção muscular onde atua com efeito estimulador (cálcio) e relaxante (magnésio).

Com ação analgésica, a dolomita ainda é indicada para problemas bucais, escoriações na pele, assaduras, traumatismos, contusões, hematomas, cólica renal, dores de cabeça e musculares, sinusite, cicatrizações, fortalece o sistema imunológico e normaliza o metabolismo.

Essencial para manutenção dos ossos, dentes e tecidos calcificados. bem como para a contração muscular, coagulação sanguínea, produção de material genético (DNA) e energia.


Raios Infravermelho Longo

A aplicação dos raios infravermelho longo é amplamente utilizada na medicina no âmbito preventivo e no tratamento de muitos sintomas, como sinusite, dores reumáticas e traumáticas, ciática, dor lombar, hérnia de disco, articulações e outros.

Ativam a circulação sanguínea, melhoram o metabolismo, eliminam as impurezas, toxinas e radicais lívres reforçando o sistema imunológico.

Reduz o ácido lático, aliviando as dores e aumentando a flexibilidade muscular

Auxilia no combate às infecções, acelerando as cicatrizações

Favorece a renovação das células retardando o envelhecimento

Fortalece os ossos evitando a osteoporose e auxilia no combate ao stress.

Raios infravermelhos são considerados os raios da vida porque estão diretamente relacionados ao carbono.
VEJA MAIS
 
 
Sobre a loja

Imaterapia distribui produtos para Saúde e Bem Estar: Magnetizadores de Água, Magnetizadores de água com Infravermelho, Magnetizadores de água p/ caixas d'água, Alcalinizadores de água, Jarra magnética, Squeeze magnético, Pastilhas infravermelho longo, Meias de compressão Kendall, Modeladores anticelulite, Redutores emagrecedores, Roupa íntima anti celulite, Roupa íntima gestantes, Cintas pós cirurgia, Sutiã e prótese mastectomia, Roupa fitness em emana infravermelho, Roupa íntima fio emana,

Social
Pague com
  • Mercado Pago
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

INTERGAUSS - CNPJ: 24.702.179/0001-97 © Todos os direitos reservados. 2019